8 dicas para manter o seu negócio em época de Coronavírus

8 dicas para manter o seu negócio em época de Coronavírus

Pensando em ajudar o seu negócio, montamos esse artigo especialmente para você, pequeno empreendedor, enfrentar essa crise da melhor forma possível.

Em meio à pandemia do Coronavírus, estamos vivendo um clima de incerteza econômica que atinge principalmente os pequenos negócios. A gente sabe que esse está sendo um momento difícil para todo mundo. 

Pensando em ajudar o seu negócio, montamos esse artigo especialmente para você, pequeno empreendedor, enfrentar essa crise da melhor forma possível. Vem conferir nossas dicas de hoje!

Três principais aprendizados de hoje

  • Em meio à crise que estamos vivendo, as pequenas empresas podem ser as mais prejudicadas. Uma das nossas dicas principais para enfrentar o momento é apostar na presença digital. Alimente suas redes sociais com conteúdos diariamente para construir uma audiência e tentar manter suas vendas no momento.
  • Outra dica para manter o seu negócio é adotar o trabalho de casa. Assim, você protege a si e aos seus colaboradores e não precisa parar as suas atividades. Para fazer reuniões virtuais, existem diversas ferramentas disponíveis. O importante aqui é cobrar resultados dos funcionários e não focar no número de horas trabalhadas.
  • Por fim, tente negociar com fornecedores e locatários. Alguns proprietários estão dispostos a eliminar os custos com aluguel, por isso, é importante estabelecer um acordo amigável. Essa é uma alternativa para reduzir seus custos. Outra dica para isso é fazer compras fracionadas para diminuir o investimento em estoque.  

1. Investir no digital

Com o isolamento que grande parte de nós está enfrentando, as pessoas passam mais tempo conectadas. Por isso, para manter o seu negócio funcionando, aposte na presença digital. 

Isso vai desde alimentar as suas redes sociais com conteúdos diversificados até ampliar as vendas online se você já tem um e-commerce. Utilize telefone, WhatsApp e chamadas de vídeo para fazer o atendimento ao cliente e eventuais reuniões com seus colaboradores. Aumente a qualidade do seu serviço para garantir a satisfação dos seus clientes. Procure criar uma experiência memorável e acolhedora para eles.

Mesmo que seu negócio seja 100% físico, como um salão de cabeleireiro, comece a dar dicas nas redes sociais para criar uma audiência. Mostre aos clientes como fazer uma escova em casa, por exemplo. 

A ideia é manter a atenção dos consumidores para ter um público consolidado quando você puder voltar à ativa.Também é importante usar as redes para conscientizar seus seguidores a respeito do que deve ser feito para a prevenção da doença.

Outra opção é montar cursos online. Essa alternativa pode ser eficiente porque você consegue gerar receita e pode se prejudicar menos financeiramente. Mobilize seus colaboradores a fazerem o mesmo e buscar alternativas online para gerarem renda.

Se puder, mantenha o salário dos colaboradores. É um momento delicado em que todos precisamos nos ajudar da maneira que pudermos. Outra alternativa nesse caso é antecipar as férias dos funcionários. Com isso, você reduz custos por um tempo e garante o emprego deles quando voltarem.

2. Testar o trabalho em casa 

Se o seu modelo de empresa permitir, opte por trabalhar em casa. Talvez você nunca tenha experimentado esse tipo de trabalho e esteja com medo de implementar essa prática e ter uma queda na produtividade da equipe. A nossa dica é: não pense em número de horas. Cobre resultados. Não adianta focar naquilo que você não pode controlar. 

Além disso, o trabalho em casa pode até estimular os funcionários, que se sentem mais protegidos e não precisam se deslocar ao trabalho. Para as reuniões com os colaboradores, existem diversas ferramentas, como o Google Hangouts, o Skype e o Zoom. Teste algumas e veja qual atende melhor às suas necessidades. 

3. Aproveitar para estudar e treinar os colaboradores

Que tal estudar um pouco e se atualizar agora que precisa ficar mais em casa? Muitas empresas estão oferecendo cursos gratuitos para quem está de quarentena. A FGV, por exemplo, liberou 55 cursos grátis que vão desde gestão financeira e marketing a TI . 

Informe seus colaboradores sobre as opções disponíveis e aconselhe algum curso para eles fazerem nesse tempo. Assim, quando vocês voltarem à rotina, todos já vão ter construído um conhecimento que pode agregar muito ao negócio de vocês.

4. Apostar no delivery 

Se você tem um restaurante, bar ou qualquer estabelecimento que venda produtos alimentícios, aposte no delivery!  Se você ainda não adota essa prática, busque se organizar para fazer as entregas. Caso seu restaurante já adote essa operação, intensifique a divulgação do serviço nas suas redes sociais. 

Atenção: tome todas as medidas necessárias para proteger os seus colaboradores. Se alguém apresentar sintomas ou entrou em contato com alguém com sintomas, deve ficar em isolamento em casa. Também oriente a lavagem de mãos e o uso de álcool gel entre eles. 

5. Inovar 

Para sobreviverem, muitas empresas vão ter que apostar em soluções inovadoras.  Então, faça cursos online na área e use o tempo em casa para acompanhar notícias sobre como outras empresas estão resolvendo os problemas. Isso pode trazer boas ideias para superar a crise. 

A Escola Virtual da Fundação Bradesco e a Udemy têm uma série de opções gratuitas para você se atualizar. 

6. Negociar

Se você paga aluguel para manter o seu estabelecimento, vale negociar com o seu locador. Façam um acordo para diminuir o valor ou para estender o prazo de pagamento. Alguns proprietários estão suspendendo a cobrança, mas como pode não ser o seu caso, converse para chegar a um consenso. 

Outra opção é negociar com seus fornecedores. Explique as dificuldades de caixa e capital de giro e busque entrar em um acordo adequado para as duas partes.

7. Resolver pendências

Faz tempo que você fala que precisa melhorar seu site? Então, faça isso agora! Busque resolver todas as pendências que você puder nessa quarentena. Otimize seu ambiente virtual, faça um planejamento de conteúdo para redes sociais, organize suas planilhas de custo e  procure novas ferramentas de gestão. Como nossas atividades neste momento estão limitadas, é válido adiantar as ações que puder. 

8. Reduzir custos

Use a quarentena para avaliar quais custos podem ser reduzidos agora. Se você trabalha com serviços de delivery, por exemplo, reveja seu cardápio e mantenha apenas os itens mais lucrativos e os que custam menos para você.  Veja o que é superficial no momento e pode ser cortado. 

Uma dica para economizar é fazer compras fracionadas para evitar perdas e diminuir o investimento em estoque. 

Esperamos que as nossas dicas te ajudem nesse momento difícil. Conte pra gente o que você achou deste conteúdo e deixe suas sugestões para próximos artigos!

Obrigada pelo papo e estamos juntos!
 

Financeiro

Não deixe o pequeno negócio parado!

A plataforma Compre Local é um espaço para movimentar a economia e
ajudar o pequeno empreendedor a se manter na ativa.

Acesse Compre Local