Como calcular o preço ideal antes de fazer promoções

Como calcular o preço ideal antes de fazer promoções

Em qualquer momento, é essencial pensar bem antes de fazer promoções. Durante a crise do coronavírus, isso é ainda mais importante. No post de hoje, vamos ajudar você a calcular o preço ideal das promoções para o momento. Vem ler!

Épocas incertas como a que estamos vivendo hoje sempre aumentam a insegurança dos donos de negócio na hora de fazer promoções. Afinal, este não é o momento de arriscar ter um prejuízo. 

Mas existem formas mais seguras para praticar os descontos e continuar vendendo neste momento em que muitas clientes não estão tão dispostos a comprar. Quer saber como? Então, vem ler o post de hoje. Vamos te mostrar como calcular o preço ideal antes de fazer promoções. Confira!

Três principais aprendizados de hoje

  1. O primeiro passo para definir o preço das suas promoções é ter um planejamento e um objetivo claro. O que você quer com elas, vender mais, fidelizar clientes, desafogar o estoque? Tenha isso muito delineado para poder tomar as decisões mais assertivas. Pense em quanto você pretende vender, onde vai divulgar seus descontos, qual o impacto financeiro para sua empresa. A partir disso, você consegue estabelecer as melhores alternativas para o seu negócio.
  2. O próximo passo é escolher quais produtos vão entrar em promoção. Para isso, separe seus itens em categorias, como mais vendidos e mais rentáveis. Os produtos mais vendidos são ideias para entrar em promoção quando o seu objetivo é vender mais. Os mais rentáveis devem receber desconto para atrair mais clientes, porque te destacam da concorrência. Uma ótima opção é oferecer promoções apenas para clientes recorrentes ou dar descontos progressivos, que aumentam conforme o valor da compra.
  3. Por fim, faça cálculos! Quanto você tem em caixa disponível, qual a sua reserva de emergência? Pense nos lucros a longo, médio e curto prazo. Afinal, você precisa de capital de giro para este momento, além, claro, de pensar no futuro. Então, pense em alternativas mais imediatas para manter seu fluxo de caixa operando.

Planejamento

Sempre falamos sobre a importância do planejamento para qualquer ação que você for fazer no seu negócio. Aqui, não é diferente. O planejamento é ainda mais importante neste momento de incerteza, porque com ele você consegue ter alguma estabilidade e um horizonte para se guiar. 

Para definir suas promoções e qual o preço ideal de cada produto que vai levar o desconto, você precisa estabelecer alguns pontos, como:

  • quanto pretende vender
  • onde divulgar as promoções
  • quais produtos vão levar desconto
  • quanto de dinheiro você tem disponível 
  • qual o impacto financeiro para a empresa
  • quanto de risco você pode e está disposto a correr

Se você tem uma reserva de emergência, por exemplo, pode arriscar um pouco mais nas suas promoções e investir mais em divulgação. Agora, se o seu caixa está dependendo exclusivamente das suas vendas mensais, seu planejamento precisa ser um pouco mais conservador e com pouquíssimas chances de erro.

A divulgação pelas redes sociais pode ser uma ótima opção, principalmente se você não pode investir muito dinheiro. Ela é uma forma barata e eficiente de chegar até os seus clientes e apresentar suas promoções e atrair mais seguidores. Escrevemos um artigo completo sobre o assunto, confere aqui: Como divulgar o negócio nas redes sociais

Agora, para realizar um melhor planejamento, você precisa ter objetivos claros e metas definidas. É o que vamos ver agora.

Objetivos claros

A gente sabe que a crise do coronavírus trouxe muita aflição para os donos de negócio e que alguns podem querer fazer promoção de todos os produtos porque não estão sabendo como agir neste momento. Mas oferecer descontos sem ter objetivos claros pode ser extremamente prejudicial para a empresa. 

Por objetivos claros, queremos dizer: aumentar as vendas, divulgar kits com produtos, apresentar uma nova parceria de negócio, fidelizar clientes, esvaziar o estoque, atrair novos promotores da marca. 

As possibilidades são bem variadas e você precisa saber qual delas é sua prioridade no momento. Manter clientes antigos pode ser uma ótima opção para as empresas continuarem vendendo nesta época, porque já contam com a credibilidade dos consumidores.

Além disso, é preciso definir um tempo para essas promoções durarem. Você pode fazer alguns testes, começando com promoções mais curtas e analisar qual produto funcionou melhor. 

Avisar o tempo de duração dos descontos também pode ser um gatilho para os seus clientes comprarem. Ofertas relâmpago ou que fiquem por um período bem curtinho podem ser boas para este momento. 

A partir disso, você observa os resultados e consegue traçar promoções mais assertivas para as próximas vezes. Por isso, não comece colocando todo o seu estoque em promoção. Escolha alguns produtos para oferecer o desconto e analise as vendas.

Escolha dos produtos

A escolha dos produtos que vão entrar em promoção depende do seu planejamento e dos objetivos traçados. Não faça essa escolha de maneira aleatória, porque você não consegue medir a eficiência dessa ação. Então, independentemente se você vai colocar um, dois ou vinte produtos com desconto, parta do planejamento e das metas. 

Uma dica é separar os itens em categorias de acordo com as vendas, mais vendidos, mais rentáveis, menos vendidos, menos rentáveis, por exemplo. Lembrando que os mais vendidos nem sempre são os mais rentáveis e vice-versa.

Estimule compras recorrentes

Na hora de escolher quais produtos vão receber o desconto, opte por aqueles que são mais conhecidos dos clientes e que têm compra recorrente. Afinal, se as vendas já são boas sem o desconto, a partir do momento que você estabelece a promoção, elas podem aumentar ainda mais.

Principalmente se estivermos falando em produtos que os clientes podem estocar em casa. Com a quarentena, os consumidores estão evitando sair para comprar. Então, tudo que puderem estocar está sendo bem-vindo.

Valorize os itens mais rentáveis

Agora, para se destacar da concorrência e atrair novos olhares para o seu negócio, vale apostar nos seus itens mais rentáveis. Afinal, eles podem vender menos, mas trazem uma boa margem de lucro para o seu negócio. 

Além disso, analise o seu estoque e veja se existem produtos parados e com vencimento próximo. Eles podem ser ótimos candidatos para entrarem em promoção. Afinal, se passarem da validade, você vai ter que jogá-los fora e isso só trará prejuízos para você.

Outras alternativas

Outra possibilidade é oferecer descontos a partir de determinado valor de compra ou oferecer descontos progressivos, que aumentam conforme o valor da venda. Com isso, você estimula a compra de outros itens por parte dos consumidores. 

Uma última alternativa é dar o benefício apenas para clientes recorrentes. Além de fidelizá-los, essa iniciativa pode despertar a atenção de novos consumidores que desejam desfrutar desse benefício e começam a comprar mais vezes de você. 

Evite fazer promoções de produtos a serem lançados. Isso porque não faz muito sentido o consumidor pagar menos por um lançamento e depois ter que pagar o valor cheio. Uma ação assim pode contrariar seus consumidores e ser alvo de reclamações.  

Para saber mais sobre como precificar adequadamente os seu produtos, leia este artigo: 5 passos para precificar o seu produto

Fazer cálculos

Como estamos falando em calcular preços, você precisa levar as finanças da sua empresa em consideração para definir quanto desconto pode dar nos seus itens. Ou seja, avalie quanto você tem disponível para manter o seu negócio. 

Como estamos vivendo um momento de incerteza econômica, as promoções devem ajudar a sua empresa a passar por esta fase. É claro que esse tipo de ação pode servir apenas para alimentar o seu negócio. Esse pode sim ser o seu objetivo, mas seria mais interessante se as promoções gerassem receita para a sua empresa. Afinal, o futuro ainda é incerto. 

Então, é muito importante pensar em lucros a longo prazo, mas o curto e o médio prazo não podem ser esquecidos e devem ser considerados na hora de você definir suas promoções. 

Você também pode vender os produtos a preço de custo para ter capital de giro imediato. Assim, você consegue oferecer o desconto, mas também tem o suficiente para manter a empresa funcionando. 

Oferecer descontos durante a quarentena pode ajudar você e o seu cliente a passarem por este momento tão difícil para todos. Mas é preciso, mais do que nunca, de muito planejamento. 

Se você gostou deste conteúdo, pode gostar deste artigo também: 8 dicas para manter o seu negócio em época de coronavírus

Obrigada pelo papo e conte com a gente!

Vendas

Não deixe o pequeno negócio parado!

A plataforma Compre Local é um espaço para movimentar a economia e
ajudar o pequeno empreendedor a se manter na ativa.

Acesse Compre Local